Como a revisão do cadastro de produtos pode aumentar seu lucro?

Qualquer empresa que fabrica, armazena e vende mercadorias e bens precisa realizar um cadastro de produtos.

Quando feito da maneira correta, o cadastro de produtos indica todas as informações que permitem um melhor controle sobre os itens presentes na operação de uma empresa e é indispensável para a organização em negócios de todo o porte.

Porém, poucos gestores entendem como esse cadastro dessas mercadoria devem ser feitas e como usar para aumentar o faturamento do negócio.

Então, se quiser entender como otimizar seus custos através do cadastro de mercadorias, continue lendo.

O que é o cadastro de produtos?

Cadastrar produto é um processo de reunir as principais informações de um item ou mercadoria que é comprado ou colocado à venda.

É uma atividade simples, porém requer muito cuidado devido ao impacto de um cadastro incompleto ou incorreto.

Pois, a apuração de vários impostos usa como base o cadastro dos produtos.

Além disso, erros cadastrais podem fazer a empresa pagar menos impostos que o devido, aumentando riscos de fiscalizações.

Também podem pagar impostos desnecessariamente ou em duplicidade, que impactam nos fluxos caixas, e também na margem de lucro do produto.

Então, ter um controle de estoque eficiente será essencial para o Compliance fiscal.

Sem ter todos os produtos cadastrados para saber o que comprar, quanto comprar, o que vender e a quantidade vendida, certamente terão prejuízos.

Como o cadastro de produtos funciona na prática?

Fazer o cadastro dos produtos é uma tarefa rotineira e obrigatória para quem compra e vende mercadorias.

E alguns dados gerais são necessários, como:

  • nome dos produtos;
  • tipo do produto;
  • número individual;
  • seu custo unitário;
  • preço de venda;
  • nome de fornecedor;
  • Grupo de itens e Unidade de medida (tamanho, peso, etc.).

Outros pontos, são os impostos ligados a cada item, como:

  • PIS;
  • COFINS;
  • IPI;
  • ICMS.

Além das classificações fiscais, Nomenclatura Comum do Mercosul (NCM) e Código Especificador da Substituição Tributária (CEST).

O que é o NCM?

O NCM é um código utilizado pelo governo para definir qual é o imposto que incide sobre determinada mercadoria, que envolve os seguintes tributos: PIS, COFINS, ICMS e IPI.

Sendo assim, a correta definição interfere diretamente na tributação da empresa.

Deste modo, a importância de se manter o cadastro de produtos atualizado.

O que é o CEST?

Já o CEST, corresponde a um código utilizado em mercadorias sujeitas ao regime de substituição tributária e de antecipação de recolhimento do ICMS com o encerramento de tributação, relativos às operações subsequentes.

De forma simples, é um novo código que constará nos produtos sujeitos à substituição tributária do ICMS.

Com isso, o monitoramento dos produtos se torna mais assertivo internamente na empresa, resultando em uma melhoria de processos.

Dessa forma, a contabilidade saberá exatamente quais os impostos que incidem sobre aquele produto comprado ou vendido, permitindo realizar a correta apuração de impostos.

É importante ressaltar que como no cadastro de produtos envolve impostos federais e estaduais, os valores e percentuais cobrados dos produtos passam por constantes alterações em nossa legislação.

Então, manter atualizadas as tributações de ICMS, PIS/COFINS, NCM, IPI e CEST dos produtos cadastrados, requer um acompanhamento de perto.

Seja através de assessoria especializada e por sistemas que auxiliem no processo das auditorias.

Conclusão

Sempre entregue informações verdadeiras ao fisco.

Além do aspecto ético, é preciso ter consciência de que se informamos dados errados, pode ser devastador para as finanças da empresa.

Uma vez que a fiscalização está cada vez mais intensa e eficiente, sendo realizados cruzamento de dados em fiscalizações eletrônicas.

Por isso, manter o Compliance fiscal só traz benefícios para a empresa.

Logo, quanto maior o número de produtos existentes na empresa, maior é a necessidade de organização.

Entretanto, mesmo pequenos negócios podem ter um grande volume de movimentação de mercadorias.

Assim, fazer o cadastro de produtos é uma tarefa que deve ser feita independentemente do tamanho do empreendimento.

Gostou do nosso post? Então compartilhe com seus amigos:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Sobre o autor

Oscar Amorim

Gerente

Relacionados

Categorias

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

Newsletter

Os melhores conteúdos do mundo contábil na sua caixa de e-mail! Preencha suas informações abaixo e inscreva-se:

Fale agora com um especialista
e entenda como podemos te ajudar: