Aprenda a como calcular o lucro do seu negócio!

Para empreender é necessário ter consciência que não é uma tarefa fácil, principalmente para pequenos empresários, onde a tarefa se torna ainda mais árdua. A cada dia damos o nosso melhor para que o negócio possa crescer e gerar lucros que irão nos alavancar, levando a empresa a outro patamar.

Além das atividades operacionais, também é importante se atentar que se administre e garanta que o negócio tenha bons resultados, sempre mantendo um bom relacionamento com seus funcionários e demais parceiros de trabalho.

No entanto, ao se preparar adequadamente, se torna muito mais fácil superar os obstáculos e os resultados positivos são obtidos. Assim, saber como calcular o lucro de uma empresa, principalmente uma empresa pequena, é essencial para um bom gerenciamento.

Nesta publicação vamos tratar do conceito e importância do lucro, mostrando as principais estratégias e técnicas a serem utilizadas em sua empresa.

O que é lucro e qual sua importância para o negócio

Definimos o lucro como o retorno positivo de um investimento feito em negócios dos mais diversos tipos. Quando o retorno é negativo ao invés de lucro, é chamado de prejuízo.

A partir do momento em que se investe seus recursos em uma empresa, é possível calcular o montante gasto e o resultado obtido e, calculando a diferença, se pode obter o seu lucro.

É importante compreender como o lucro funciona, muitas vezes se confunde o conceito e como se dá seu cálculo. Para facilitar a compreensão, vamos utilizar um exemplo:

Ao comprar um produto por R$ 25,00 e vendê-lo por R$ 100,00, se está ganhando R$ 75,00, o que é equivalente a 3 vezes o valor investido. No entanto, por mais que pareça lógico que se tem o lucro de 300%, o lucro é calculado a partir do preço de venda do produto e não de seu custo.

Deste modo, é correto afirmar que houve um lucro de 75%, que se trata da parcela da venda obtida como retorno líquido do investimento feito. No entanto, uma empresa não se preocupa apenas com a compra e venda de produtos.

A empresa também arca com diversos gastos para funcionar, não apenas os custos diretos do produto. Isto é, outros gastos devem ser incluídos nos cálculos de lucro da empresa. Alguns exemplos são:

  • Contas de água, energia elétrica, internet, telefone e gás;
  • Despesas com marketing;
  • Aluguel do prédio e equipamentos;
  • Compra de materiais básicos, como materiais de limpeza e de escritório;
  • Impostos.

Como calcular o lucro do seu negócio

Antes de partirmos para como calcular o lucro, precisamos alinhar o conceito de efetividade e sua relação com o lucro de um negócio e o seu cálculo. 

A efetividade é a capacidade de ser eficaz e eficiente em simultâneo, isto é, a efetividade se trata de alcançar os objetivos traçados sem desperdiçar recursos.

Como o lucro da empresa, e consequentemente seu sucesso, está ligado ao bom gerenciamento dos recursos e do negócio em si, a efetividade tem grande influência sobre esse lucro.

Isso irá permitir que se tenha uma maior economia de recursos (seja ele material ou de tempo), e atingir o objetivo proposto. Agora vamos partir para o passo a passo de como calcular o lucro:

Reúna todas as despesas fixas e variáveis da empresa

Como já foi dito, os gastos e despesas são partes importantíssimas do cálculo de lucro do negócio. Por serem gastos que sempre irão ocorrer, são essenciais para que a empresa esteja funcionando.

Sendo os gastos fixos aqueles que sempre se mantêm constantes, com pouquíssimas variações, como contas de água, energia, internet, gás.

Enquanto os gastos variáveis são aqueles que apresentam variação de acordo com a produção, como a manutenção das máquinas, aluguel de mais máquinas, entre outros.

Assim, devem ser levados em consideração por fazerem parte dos custos da empresa, e portanto devem ser levados em consideração nos cálculos de lucro.

Reúna os custos necessários para a prestação do serviço

Em negócios que fornecem um serviço, há um custo para essa prestação de serviço, seja a energia do local, pagamento de funcionários, aluguel de equipamentos, entre outros.

Esses custos devem ser considerados no cálculo de lucro, pois são necessários para que se execute o serviço.

Já em outros exemplos onde não há a prestação de um serviço, e sim a venda de um produto, pode haver outros gastos incluídos na conta, como brindes para quem adquirir o produto, e outros serviços para melhorar a experiência do usuário durante a compra.

Liste os custos de aquisição ou fabricação dos produtos

Um custo que não pode ser evitado nenhum modo é o de aquisição nos casos em que se compra um produto para revender, ou o custo de fabricação para aqueles negócios que fabricam os próprios produtos.

Por este motivo, a inclusão desse custo no cálculo é essencial para que o resultado seja o mais correto e próximo da realidade possível.

Observe o total de vendas

O total de vendas será de grande importância para o cálculo pois irá indicar o quanto foi apurado com as vendas do produto, assim sendo a receita bruta de onde serão descontados os custos para no fim obter o lucro do negócio.

Calcule o lucro do negócio

Agora com todas as informações reunidas, podemos calcular o lucro do negócio. O lucro é dividido em dois tipos, são eles:

Lucro bruto

Para calcular o lucro bruto basta subtrair o custo dos produtos vendidos das receitas totais (o total apurado com as vendas). Esse custo pode ser o valor de compra, quando se revende mercadorias, ou pode ser o valor dos insumos que se necessita comprar para fabricar outros.

Lucro bruto=vendas no período – Custo das mercadorias vendidas

Lucro líquido

Já o lucro líquido, é obtido considerando todas as despesas, sejam elas fixas ou variáveis. Para esse cálculo são consideradas aquelas que precisam ser pagas para que a empresa funcione.

Lucro líquido=Lucro bruto – Despesas(Fixas e variáveis)

Sendo o lucro líquido o lucro mais completo, por considerar todas as despesas que foram feitas pela empresa. Isto permite que se observe apenas o dinheiro que estará livre após pagar todos os encargos necessários para a empresa funcionar e os investimentos feitos.

Margem de lucro

Também podemos citar a margem de lucro como um indicador muito importante obtido a partir do lucro. A margem de lucro se trata de um percentual somado aos custos totais de um produto ou serviço e que será retirado pela empresa.

Ela está diretamente ligada ao preço final do produto, onde quanto maior for a margem de lucro, mais a empresa irá lucrar. Enquanto se for muito elevada o preço do produto oferecido ao cliente ficará muito alto, comprometendo as vendas e sua competitividade.

Conclusão

Logo, temos que saber como calcular o lucro de uma empresa, por mais que possa soar complicado no começo. Após se compreender o conceito e quais valores fazem parte da conta, tudo irá se tornar muito mais fácil e intuitivo.

É necessário que se tenha um bom controle financeiro da sua empresa para que se possa chegar em resultados reais, que expressem ao máximo a realidade. Para isso, deve haver um controle rígido onde serão registradas todas as entradas e saídas.

Deste modo, uma boa administração atrelada a um serviço de contabilidade de confiança são peças essenciais para o crescimento do negócio.

Gostou do nosso post? Então compartilhe com seus amigos:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Sobre o autor

Rui Cadete

Relacionados

Categorias

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

Newsletter

Os melhores conteúdos do mundo contábil na sua caixa de e-mail! Preencha suas informações abaixo e inscreva-se:

Fale agora com um especialista
e entenda como podemos te ajudar: