Saiba qual a importância da contabilidade para sua empresa

Você sabe o que é contabilidade e o que faz um contador? Ele é um aliado para o negócio, ou um custo desnecessário? Questionamentos como esses são bastante comuns entre empreendedores que abriram ou pretendem abrir uma empresa.

De fato, nem todos os empresários têm conhecimento sobre a relevância da contabilidade para o seu negócio. Inclusive, muitos desconhecem o papel que o profissional tem para incrementar a saúde fiscal e financeira da sua empresa e, consequentemente, o seu crescimento.

E o que se vê, em casos como estes, são empresas que se perdem no meio do caminho, obrigadas a fechar suas portas, por não terem a contabilidade coordenada da forma profissional como deve ser.

Mas por que a contabilidade é importante?

A contabilidade é responsável pelas demandas financeiras, tributárias e de pessoas do seu negócio. Seu trabalho é essencial para auxiliar nos planejamentos e investimentos futuros. Ter conhecimento e valorizar a importância desta assessoria, certamente, são um diferencial no mercado. Concorda?

A assessoria contábil, seja para uma grande ou pequena empresa, é essencial para ter sob controle todos os números referentes a suas despesas, custos e, claro, seus lucros. A falta de auxílio e planejamento corretos na sua contabilidade pode contribuir para o surgimento de grandes problemas em seu negócio: como acúmulo de dívidas, ou até mesmo, o fechamento da empresa.

E qual a função de um contador para uma empresa?

O contador costuma ter sua imagem relacionada, muitas vezes, apenas à declaração do imposto de renda. Mas isso está muito longe de ser sua única função.

Um bom profissional de contabilidade pode vir a ser o braço direito para o gestor, contribuindo para sua administração de modo geral. Uma assessoria contábil experiente costuma operar em diversos ramos e, geralmente, atendendo a várias organizações.

É o contador que tem as seguintes atribuições:

Abrir a empresa

Antes de abrir um negócio, você precisa da orientação de um contador. Ele vai te guiar os passos para realizar o processo de abertura da sua empresa.

O primeiro e mais importante passo é definir a área do seu negócio e o nome da empresa. Em seguida, sua assessoria contábil irá providenciar a documentação necessária para a oficialização da empresa.

Agora, chegou a hora de definir o tipo de empresa que melhor se enquadra nas suas necessidades empresariais. São três opções: Microempreendedor Individual (MEI), Microempresa (ME) e Empresa de Pequeno Porte (EPP).

A MEI regulariza os trabalhadores autônomos e possibilita o registro do CNPJ. Nesse caso, os empreendedores contribuem para o INSS com cerca de R$ 57,00 ao mês, podendo emitir nota fiscal e sem a obrigatoriedade de um contador.

A ME possui algumas diferenças relevantes em relação à MEI: ela possibilita ter um ou mais sócios, o limite máximo de faturamento é maior, assim como é maior o leque de atividades e emissão de quantas notas forem necessárias.

Já a EPP, é direcionada aos negócios que se encaixam no faturamento entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões. Faz parte do Simples Nacional, assim como a ME, e os impostos variam de acordo com as faixas de faturamento.

Depois de escolher uma dessas opções, será preciso definir o regime jurídico, as atividades que serão exercidas e preparar a documentação para o registro da empresa, alvará de localização e funcionamento e Inscrição Estadual.

Previsão de lucro

Com base no histórico financeiro da empresa, o contador poderá fazer uma previsão do quanto lucrará em determinados períodos. O que facilitará muito na hora de decidir se a situação está favorável para novos investimentos, contratações ou se é o momento para corte de gastos.

Registro contábil

É extremamente importante para qualquer empresa, independente do tamanho, que todas as suas movimentações financeiras sejam registradas. Todo valor que entra e sai deve ser controlado. Atualmente, esses dados são administrados de forma digital por meio de sistemas desenvolvidos especialmente para a movimentação contábil.

Vale lembrar também, que é muito importante o registro dos custos com funcionários, insumos e estoques. Todos esses eventos econômicos e financeiros devem estar em um Registro Contábil, obrigatório de acordo com o Conselho Federal de Contabilidade.

Porque devo contratar um contador?

Para compreender ainda melhor a importância da contabilidade, é necessário salientar que todas as empresas têm uma série de obrigações fiscais e contábeis a cumprir, e que, por conta disso, precisam da supervisão de um contador.

Com exceção da modalidade MEI (Microempreendedor Individual) que não precisa do auxílio desse profissional, todas as outras modalidades de empresas, que planejam contratar ou já têm funcionários, precisam estar regularizadas. Se não, correm riscos de pagar multas devido a alguma irregularidade e acabar ficando no prejuízo.

Um profissional capacitado vai garantir que o seu negócio esteja em conformidade com a legislação tributária e fiscal. E também facilitará no processo de aquisição de linhas de crédito, empréstimos e financiamentos junto a instituições financeiras.

Só o contador é capaz de conceder declarações específicas que normalmente são solicitadas por bancos, como Balanço Patrimonial, DRE e Demonstração de Lucros e Prejuízos acumulados (DLPA).

O contador também é responsável pela folha de pagamento dos funcionários da sua empresa.  Desta forma, é possível garantir que os salários sejam tributados de maneira correta, evitando constrangimentos e futuros processos trabalhistas.

O auxílio desse profissional também permite que sejam previstos e contabilizados os gastos em datas específicas, como décimo terceiro salário, férias, entre outros.

Todos esses valores podem e devem ser planejados, tornando o impacto menor quando chegar a hora de arcar com eles. Um bom profissional de contabilidade também terá conhecimento sobre legislação e poderá auxiliá-lo em relação à CLT, contratos trabalhistas, entre outras demandas.

O contador, um aliado para o crescimento da empresa

De acordo com um levantamento feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), 60% das empresas vão à falência antes de completarem cinco anos de atividade. Os fatores para isso são facilmente diagnosticados: falta de planejamento e ausência do controle financeiro.

Quando uma empresa não possui um profissional habilitado para controlar os assuntos que envolvem a contabilidade, fica difícil trilhar um caminho de ascensão, já que o gestor ficará sobrecarregado com muitas demandas.

Se não houver alguém responsável que acompanhe as etapas e movimentações do negócio nas áreas contábil, fiscal e de pessoas, existe o risco do mesmo tomar rumos inesperados, sem o devido acompanhamento para encaminhá-lo nos caminhos de desenvolvimento.

Como você deve ter observado, o contador tem a importante função de interpretar os fatos econômicos e auxiliar na tomada de decisão de toda e qualquer entidade. O que o faz uma peça essencial para se ter um diagnóstico financeiro preciso, que é um aliado para o desenvolvimento de qualquer negócio.

Pode-se dizer que uma empresa sem contabilidade é uma empresa sem perspectivas, sem identidade, sem planejamento e sem condições de crescimento. Pode parecer exagero, mas não é!

Este texto lhe ajudou a esclarecer sobre a importância de ter uma assessoria contábil? Então, que tal compartilhar com alguém que também tem as mesmas dúvidas que você?

Gostou do nosso post? Então compartilhe com seus amigos:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Sobre o autor

Rui Cadete

Relacionados

Categorias

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

Newsletter

Os melhores conteúdos do mundo contábil na sua caixa de e-mail! Preencha suas informações abaixo e inscreva-se:

Fale agora com um especialista
e entenda como podemos te ajudar: