Saiba a importância de precificar o seu produto ou serviço!

Saber precificar corretamente o seu produto ou serviço é determinante para a saúde do seu negócio na totalidade.

Estipular o preço daquilo que a sua empresa oferta e praticá-lo de forma adequada é agregar valor não só ao que você faz, mas como foi feito e como ele chegará ao seu cliente.

Não basta apenas “ter em mente” um valor baseado em achismo e simplesmente etiquetar, divulgar e vender. Você precisa saber tudo o que envolve a precificação e agir de forma correta e não colocar a sua empresa em risco e perder excelentes oportunidades de fechar negócio.

Mas se você ainda não está familiarizado com o assunto, não se preocupe. No artigo de hoje, você vai saber a importância de saber o preço correto do seu produto, sem medo de errar e lucrar ainda mais.

Quanto vale o seu negócio?

Todo empreendedor conhece bem a sua trajetória. Sabe e lembra como se fosse ontem, exatamente o dia em que veio à mente aquele desejo que surgiu a partir de algum insight ou que já existia, mas estava adormecido: a vontade de ser dono do próprio negócio.

É ciente de todos os sacrifícios, das noites em claro, da correria entre um compromisso e outro para fazer acontecer um projeto que ainda estava no papel. 

Quando os dias de glória chegam, só quem estava nos bastidores nos dias de luta sabe bem o preço que foi pago para que tudo estivesse ali, na ativa, sendo executado, lapidado, dando frutos.

Neste contexto, o “preço” em questão não envolve somente cifras. Vai além do financeiro. É sobre todos os recursos que foram investidos na concepção do seu produto ou serviço, sejam eles financeiro, intelectual, afetivo… Cada empresário que ousou começar sabe muito bem quanto vale a sua arte, o seu negócio.

Mas não adianta ter toda essa percepção de valor se não souber quanto seu produto custa no mercado. Nunca é tarde e hoje você vai aprender o motivo pelo qual é necessário ter conhecimento do assunto e mais do que isso: entrar em ação.

A importância de associar o preço correto ao seu produto

Não basta você saber que precisa saber fazer a precificação correta do seu produto. O mais importante são os motivos para fazê-lo.

E não fazê-los pode trazer consequências desagradáveis para o seu negócio, começando pelo Fluxo de Caixa que pode ficar bem comprometido.

Neste post nós falamos e mostramos detalhadamente sobre como fazer a precificação dos produtos de forma bem simples. Não deixe de conferir.

Afinal, tudo é um ciclo: Você precisa investir para fabricar um produto ou para preparar um serviço que será prestado para o seu cliente. Quando comercializado, você recebe não apenas o dinheiro que viabilizará a reposição do seu estoque, mas também o lucro desejado e mais do que justo.

A seguir, veja fatores que são importantes que ajudam a entender o quão essencial é a precificação do seu produto. Continue conosco.

Pessoas vendo como precificar um produto
Pessoas vendo como precificar um produto

Permanência da empresa no mercado

Num mundo cada vez mais competitivo, é possível ter lugar para todos. Várias empresas atuando no mesmo segmento, mas cada uma buscando o seu diferencial para se destacar frente aos seus concorrentes e ocupar lugar de destaque no mercado.

Porém, não basta pensar em mil estratégias, passar horas em reuniões com a equipe se não a sua empresa não houver algo  que é crucial; saúde financeira.

E para que as coisas estejam bem, é fundamental que o seu negócio seja bem rentável, caso contrário, não será possível sequer honrar com compromissos dos quais dependem o funcionamento da empresa, como por exemplo, o pagamento de aluguel do prédio onde está instalada, contas básicas (água, luz, telefone, internet), manutenção de máquinas e equipamentos, salários dos funcionários, fornecedores.

Reposição do estoque e suprimentos para prestação de serviços

Seja o seu negócio responsável pela venda de produtos ou prestação de serviços, o motivo é o mesmo: Seu estoque precisa estar em dia para atender as demandas que surgirem.

É perceptível que há a sazonalidade na compra de um produto ou contratação de um serviço. Há períodos em que a procura será mais aquecida, outros nem tanto. Independente disso, a empresa deve estar pronta para atender a todos os clientes sempre que procurada.

Afinal, se o seu negócio foi escolhido pelo seu cliente em meio a tantas outras do  segmento, é porque a credibilidade inspirou confiança nele, fazendo do seu negócio a melhor solução para sanar as necessidades de quem o escolheu.

E ter tudo o que precisa nesta hora para não deixar o seu cliente na mão está diretamente relacionado com a movimentação do caixa da empresa, que por sua vez está linkado ao preço que é aplicado de forma correta ao que o seu negócio comercializa.

Aumento do número de vendas

Saber por quanto deve ser vendido o seu produto e conhecer a fundo quem buscará por ele e o levará para casa é uma combinação de sucesso para a sua empresa.

Isso porque, ao agregar essas informações a estratégias eficientes de venda, as chances de ver os números de venda aumentarem são grandes, pois a esta altura todos os alinhamentos necessários para garantir um bom posicionamento da sua marca (sim, sua empresa é uma marca, lembre-se disso) já terão sido feitos e a comunicação com o público-alvo da sua empresa será feita de forma direta e objetiva.

Dessa forma, seu cliente será atraído pela sua empresa por todo o conjunto apresentado e saberá fazer a conexão custo-benefício ao adquirir o seu produto ou contratar o seu serviço.

Lucratividade em alta: todos saem ganhando

Não, não é errado pensar em lucratividade. E sim, você deve pensar nela e trabalhar por ela.

A Lucratividade nem sempre deve ser vista somente como algo pejorativo, ou como um fator desumanizador da sua empresa. Quando falamos isso, estamos nos referindo àquelas afirmações desagradáveis e nada amistosas de que “o empresário visa apenas o lucro e não se importa com as pessoas que trabalham para ele.”

É óbvio que se deve pensar nos lucros que a empresa deseja obter, pois através deles é possível garantir a permanência do negócio no mercado e consequentemente, a empregabilidade das pessoas que integram o quadro de funcionários.

Quanto mais a empresa lucra, mais ela pode fazer para dar passos em direção a um futuro mais promissor, cheio de novas possibilidades e oportunidades de novos negócios, de investir em melhorias, projetar aumento salarial, aumentar a equipe e consequentemente gerar mais vendas e fazer o ciclo se repetir onde todos saem ganhando de forma justa, por meio da colaboração de todos.

Pontos importantes na hora de precificar o seu produto

Agora que você já sabe alguns dos motivos pelos quais é importante a precificação do seu produto, é necessário atentar-se a outros detalhes.

O primeiro deles é, além de conhecer o mercado em que a sua empresa está inserida, ter a percepção do cenário na totalidade.

O mundo passa por uma série de transformações em virtude da pandemia da Covid-19. Alguns setores da economia estão superaquecidos, especialmente se estão enquadrados nos chamados “serviços essenciais”, ou seja, aqueles que não podem interromper suas atividades independente do que aconteça. Outros, nem tanto.

Essas mudanças afetaram diretamente a vida de milhares de pessoas que perderam seus empregos ou que estão com a renda quase que comprometida. Ou seja, muitas perderam o seu poder de compra e outras estão buscando a melhor oferta para poder investir, negociando valores e levando por menos, sem abrir mão do foco de atender às suas necessidades e também da qualidade, se for possível.

Para obter ganhos sobre aquilo que é comercializado não é necessário elevar o preço como se fosse algo inacessível e leva quem dá mais, como se fosse um leilão.

 Especialmente se estivermos falando sobre negócios com alta demanda e diante do cenário que estamos vivendo, é injusto usar de uma pandemia como justificativa para um reajuste absurdo de preço apenas porque muitas pessoas estão buscando por um produto ou serviço em simultâneo.

Finalizando o nosso artigo

Hoje nós falamos sobre a importância do processo de associação de preço ao produto ou serviço que a sua empresa oferta.

Por meio de uma precificação justa, não só é possível manter a empresa em plena atividade, financeiramente saudável, como também ganhar espaço no mercado e se tornar a principal escolha do seu cliente na hora de fechar negócio.

Esperamos que você tenha aprendido com o conteúdo de hoje e não deixe de conferir as outras publicações no nosso blog com ligação direta com o tema. Até breve.

Gostou do nosso post? Então compartilhe com seus amigos:

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Sobre o autor

Rui Cadete

Relacionados

Categorias

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

Newsletter

Os melhores conteúdos do mundo contábil na sua caixa de e-mail! Preencha suas informações abaixo e inscreva-se:

Fale agora com um especialista
e entenda como podemos te ajudar: